Pesquise Sua Notícia

Carregando...
"propaganda romulo"

sábado, 13 de fevereiro de 2016

,

Acre deixa 1º lugar e vai para 8º no ranking de incidência da dengue

O Acre saiu da 1ª posição para o oitavo lugar no ranking nacional de incidência da dengue em apenas um ano. Em 2015, o Acre registrou 217,5 casos por 100 mil habitantes e neste ano, levando em consideração que o país vive o pico da incidência, foram 114,8 casos por 100 mil habitantes até os dias atuais. Os dados são do Ministério da Saúde.
Mas a situação é completamente outra em nível nacional. Apenas nas três primeiras semanas deste ano, a quantidade de casos prováveis de dengue alcançou 73.872 notificações no país. O número representa um crescimento de 48% em relação ao mesmo período do ano passado, quando havia 49.857 registros.
Ao todo, 15 Estados tiveram aumento nos casos de dengue nos primeiros 20 dias de 2016 em relação ao mesmo período de 2015 -ano em que foi registrada a pior epidemia da doença no país. Os dados, que fazem parte de novo balanço do Ministério da Saúde, reforçam a avaliação de que a dengue tem preocupado mais cedo a cada ano. O auge dos casos, historicamente, é perto de abril.
Desta vez, a elevação começou em outubro e disparou no início deste ano. Para especialistas a alta precoce dos casos reforça a possibilidade de nova epidemia em 2016 -apesar de os casos mais graves terem sofrido recuo. O aumento de casos de dengue também acende o alerta para o risco de outras doenças transmitidas pelo mesmo vetor, o mosquito Aedes aegypti , como chikungunya e zika -esta última, relacionada ao aumento de casos de microcefalia em bebês.
Mato Grosso é o 1º do ranking em 2016. Veja como estão os estados:
gráfico-dengue2
No intuito de mobilizar a população para que se torne agente de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e shikungunya, será realizada neste sábado, 13, a Mobilização Nacional para Combate ao Mosquito Aedes Aegypti.
A ação é coordenada pelo Ministério da Defesa, por meio das Forças Armadas, em parceria com secretarias estaduais e municipais de Saúde. A ação será simultânea em 353 cidades do país.
Em Rio Branco, participarão cerca de 400 militares, 90 bombeiros e 120 Agentes de Endemias e Agentes Comunitários de Saúde (ACS), que estarão visitando bairros onde é maior o índice de infestação pelo mosquito. Na ocasião, serão distribuídos folhetos explicativos, e a população será orientada sobre como eliminar os focos do Aedes aegypti.
O evento tem início às 8 horas e contará com a participação do ministro da Cultura, Juca Ferreira, representantes do gabinete da Presidência da República e das secretarias que compõem a Sala de Situação e Controle no Combate à Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, o governador Tião Viana e os secretários estadual e municipal de Saúde.

A partir da próxima segunda-feira, 15, os militares voltarão às ruas para atuar no combate direto ao mosquito, com inspeção de imóveis e eliminação dos focos do vetor, segundo informações da Agência de Noticias do Acre.
fonte  www.jornalatribuna.com
Publisher: equipe giro feijó - 08:49
,

Falso dentista é preso quando atendia pacientes


Um jovem peruano, de 21 anos, foi preso nesta sexta-feira (12) suspeito de exercer ilegalmente a profissão de dentista. O jovem atendia pacientes no consultório do pai, localizado no Bairro Bosque, em Rio Branco, segundo a Vigilância Sanitária.
Ele foi liberado após assinar um Boletim de Ocorrência Circunstanciado (BOC). O pai do jovem não estava no local no momento da ação. Segundo a polícia, o rapaz está no oitavo período de odontologia de uma faculdade particular de Rio Branco. 
Ainda durante a vistoria da Vigilância, o irmão do suspeito, de 15 anos, que também estava dentro do consultório, foi conduzido à Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), onde foi ouvido e também liberado. Toda ação foi acompanhada por uma guarnição da Polícia Militar (PM-AC). O G1 não conseguiu contato nem com o jovem nem com o pai dele. 
O auditor fiscal da Vigilância Sanitária e membro do Conselho Regional de Odontologia do Acre, Luiz Carlos, disse que o flagra foi possível após o conselho receber várias denúncias sobre a conduta do acadêmico. Ele explicou ainda que o jovem estava atendendo um paciente quando a equipe chegou ao local.
"Passamos em frente do suposto consultório e vimos que tinham vária pessoas esperando para serem atendidas e como já existia a denúncia, solicitamos a presença da PM. A princípio ele negou que seria acadêmico, disse que estava no lugar do pai, que têm problemas de visão, e foi feita a prisão em flagrante. Inclusive, ele estava com um paciente na cadeira dele que tinha acabado de extrair um dente", conta.
Ainda de acordo com Carlos, o jovem disse também que estagiava na clínica do pai. O auditor destacou que o pai do suspeito é dentista legalizado e credenciado, mas que será punido eticamente pelo conselho.
Local foi vistoriado pela Vigilância Sanitária; irmão de suspeito de 15 anos foi conduzido à Depca (Foto: Divulgação Vigilância Sanitária)
Carlos explicou que o irmão do suspeito estava trabalhando na recepção do consultório e por isso foi conduzido à delegacia. A vigilância deve vistoriar o local em que os pacientes eram atendidos, já que o alvará estaria vencido.
O delegado da Depca, Valdinei Soares, confirmou que jovem é acadêmico do 8º período do curso de odontologia. Ainda segundo Soares, o jovem seria peruano, mas naturalizado brasileiro. "Ele vai responder pelo exercício ilegal da profissão e disse que só se manifestaria em juízo. Já foi marcada uma audição e ele será ouvido", afirma.
Equipe da Vigilância Sanitária e PM chegou quando o jovem atendia paciente (Foto: Divulgação/Vigilância Sanitária)
fonte  g1.globo.com
Publisher: equipe giro feijó - 08:33

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

,

Macaco bêbado ameaça clientes de bar com peixeira na Paraíba

Um fato inusitado gerou medo nos frequentadores de um bar na cidade de Teixeira, na Paraíba.
Segundo informações, um macaco-prego armado com uma peixeira de 30 cm obrigou o proprietário do bar a pedir ajuda ao 4º Batalhão do Bombeiro Militar da Paraíba (BBM/PB).
“O macaco estava rodando por todo o bar, atacando apenas homens, não mulheres. Conforme as pessoas iam abandonando o lugar, o macaco ia bebendo a cachaça que sobrava nos copos”, conta o sargento Gadelha, que conseguiu desarmar o animal ao pedir que uma funcionária do bar se aproximasse dele.
De acordo com o sargento, o macaco subiu em um dos ombros da mulher calmamente, o que permitiu que fosse retirada a peixeira.
Enquanto espera uma decisão do Ibama, o macaco segue “detido” no 4º Batalhão.
Assista ao vídeo.
fonte  www.jornalatribuna.com.
Publisher: equipe giro feijó - 10:32
,

Estava sobrecarregado', diz pai de passageira de avião que caiu no AC

O avião bimotor que caiu em Manoel Urbano, no interior do Acre, na última quarta-feira (12), estaria com uma carga acima do permitido, que é de 2.073 quilos. A denúncia foi feita pelo pai de uma das passageiras, Luana de Lima, de 23 anos.
Raimundo Sampaio também desmente o que foi dito pelo dono do avião e pai do piloto, Mario Jorge, que informou ao G1 que haviam só três pessoas na aeronave. Segundo Sampaio, sete pessoas estavam no bimotor, quatro adultos e três crianças, além de carga de alimentos e tintas. A informação foi confirmada pelo hospital de Manoel Urbano.
Questionado pela reportagem, Mario Jorge continuou reafirmando que só três pessoas estavam na aeronave e negou que o avião estava sobrecarregado. "Como eu ia fazer isso se é meu filho que estava pilotando? Ia pôr a vida do meu filho em risco?", rebateu.
A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) afirma que o bimotor tem capacidade para transportar até seis pessoas e tem limite de decolagem de 2.073 quilos.
Sampaio conta que a filha havia passado alguns dias em Manoel Urbano, na casa dos pais, e voltava para Santa Rosa do Purus no dia do acidente. Segundo ele, estavam no avião, a filha dele com os dois filhos, de 1 e 8 anos, uma garota com cerca de 9 anos, o piloto e mais dois adultos.
"Uma grande mentira que tinham apenas três pessoas. Eram sete e a minha filha foi a mais machucada. O avião estava superlotado e agora querem se defender, além de muita gente, tinha muita carga. O avião não aguentou decolar, era peso demais", denuncia.
De acordo com a Unidade Mista de Manoel Urbano, sete pessoas deram entrada no hospital após a queda do avião. Segundo a unidade, tinham no avião, crianças, adolescente e adultos.
Os dados apontam que dois indígenas que estavam no avião e deram entrada no hospital não tiveram nenhuma gravidade. Era uma jovem de 17 anos e o filho de um ano. Eles tiveram alta na unidade de Manoel Urbano, os outros cinco foram para Rio Branco. Informaram ainda que não estavam em estado grave, só a mulher que fraturou o nariz e o maxilar.
O filho mais novo de Luana, que também estava no avião, não teve ferimentos, segundo o avô. Já o menino mais velho, de 8 anos, teve um ferimento profundo na cabeça e teve que pegar cerca de 15 pontos.
"Aqueles aviões são velhos e não têm manutenção nenhuma. De vez em quando dá problema. Quando encontrei meu neto de 1 ano, dava dó dele contando sobre o acidente, dizendo que a mãe dele tinha quebrado o rosto", relembra.
A família está se revezando em casa de parentes em Rio Branco para que Luana fique na capital até a cirurgia. De acordo com Sampaio, as crianças tiveram alta e passam bem.
Novamente em contato com a Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) da Força Aérea Brasileira (FAB), o G1 foi informado que uma equipe de Manaus já está na cidade onde ocorreu o acidente e que os levantamentos devem ser feitos ainda nesta quinta-feira (12). A perícia deve apontar o que ocasionou o acidente
.Entenda o caso
Um avião bimotor caiu por volta das 15 horas desta quarta-feira (10) no município de Manoel Urbano, distante 215 km de Rio Branco. O G1 conversou com o empresário Mario Jorge Matos da Cunha, de 59 anos, que é dono da aeronave e pai do piloto Maycon dos Santos Cunha, de 28 anos, e ele informou que o filho sofreu ferimentos na cabeça, mas não corre risco de morte.
A Unidade Mista de Manoel Urbano informou, nesta quinta-feira (12), que deram entrada no hospital sete pessoas que estavam dentro do avião.
fonte  g1.globo.com
Publisher: equipe giro feijó - 10:08

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

,

Caixa começa a pagar PIS hoje para nascidos em março e abril

Trabalhadores que têm direito ao abono anual do Programa de Integração Social (PIS), nascidos nos meses de março e abril, começam receber o benefício a partir desta quinta-feira (11), em conta bancária. As informações são da Caixa Econômica Federal.
Tem direito ao benefício do calendário atual o trabalhador cadastrado no PIS até 2010, que teve carteira assinada por empresa por, no mínimo, 30 dias no ano passado, e que recebeu, em média, até dois salários mínimos, em 2014 e que teve seus dados informados pelo empregador (pessoa jurídica) na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ainda no ano passado. O trabalhador não precisa fazer requerimento para receber o abono.
O calendário de pagamento do PIS é feito conforme o mês de aniversário dos trabalhadores. Os empregados, dentro dos requisitos exigidos, que fazem aniversário em março ou abril vão receber o benefício em conta bancária nesta quinta-feira. Já aqueles que vão sacar o benefício podem retirar o dinheiro a partir de 16 de fevereiro, apresentando o número do PIS e um documento de identificação, nas agências da Caixa, Caixa Aqui e lotéricas.
O pagamento do calendário atual iniciou em 14 de julho de 2015 e segue até março de 2016, de acordo com o mês de aniversário do beneficiário. Os nascidos en maio e junho vão receber a partir de 15 de março, para quem possui conta e no dia 17 do próximo mês para quem não é titular de conta. Os valores ficam disponíveis até 30 de junho de 2016, depois retornam para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), caso não sejam retirados.
A consulta de valores disponíveis pode ser feita no site www.caixa.gov.br/PIS, no telefone 0800-726-0207 ou na Central Alô Trabalho (do Ministério do Trabalho e Emprego) no número 158.
fonte  www.jornalatribuna.com.
Publisher: equipe giro feijó - 09:01
,

Família continua sem notícias de homem sumido há mais de 70 dias

A família do pedreiro Reginaldo Monteiro da Silva, de 31 anos, continua sem notícias de seu paradeiro. Ele foi visto pela última vez no dia 28 de novembro no bairro Belo Jardim, no Segundo Distrito de Rio Branco
.Há mais de 70 dias sem saber de seu irmão, a autônoma Leidiane Monteiro, de 29 anos, diz que a família já não sabe mais aonde procurar e que a sensação é que ele não deve mais voltar para casa.
Não fomos mais nem à polícia. A gente já deu ele até como desaparecido mesmo. Alguém pode ter feito algo e desaparecido com ele. A polícia também não procurou mais a gente. Conforme o tempo vai passando, fica até mais difícil encontrar. Difícil explicar qual o sentimento. Fica uma mistura de saudade com a tentativa de se conformar", diz a irmã.
Entenda o caso
O pedreiro Reginaldo Monteiro da Silva, de 31 anos, foi visto pela última vez no dia 28 de novembro no bairro Belo Jardim, no Segundo Distrito de Rio Branco.
De acordo com a irmã, a autônoma Leidiane Monteiro, de 29 anos, o homem concluiu o serviço em uma casa vizinha à sua e não retornou mais
.Ao G1, no dia 10 de janeiro, o pai do pedreiro, Antônio Raimundo da Silva, de 58 anos, disse que o filho tinha problemas com drogas. Segundo ele, já havia tentado todas as formas para tirar Reginaldo do vício.
Ainda segundo o pai, o pedreiro já teria passagem pela polícia, por ter matado o irmão durante uma briga. Ele contou que há sete anos, o filho foi solto, após ter ficado mais de um ano preso.
O delegado responsável pelo caso, Cleylton Videira, disse ao G1 no dia 5 de janeiro que a polícia continua com as investigações para descobrir o paradeiro de Silva.
fonte   g1.globo.com
Publisher: equipe giro feijó - 08:49

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

,

Jovem é preso com droga dentro de mochila a caminho do interior do Acre

Um jovem de 20 anos foi preso durante uma abordagem de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF-AC) com aproximadamente 500 gramas de cloridrato de cocaína. A prisão ocorreu na manhã desta quarta-feira (10), no km 155 da BR-364, próximo a cidade do Bujari, a 22 km de Rio Branco. A 
droga estava escondida dentro da mochila do jovem.
Segundo informações da PRF-AC, o jovem disse que recebeu a droga de um desconhecido no Bairro Estação Experimental, na capital, e entregaria no município de Feijó, no interior do Acre.
Droga estava escondida na mochila do suspeito (Foto: Arquivo Pessoal)
O suspeito relatou também que pegou uma carona em um caminhão de mudança para tentar chegar no interior. Ainda segundo a polícia, o suspeito disse que receberia o valor de R$ 600 pelo transporte.
O motorista foi ouvido pela polícia e liberado logo em seguida. Os agentes informaram que o jovem assumiu a autoria da droga e confessou que o condutor do caminhão não sabia do entorpecente.
O suspeito foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla), onde deve ficar à disposição da Justiça.
fonte   Do G1 AC
Publisher: equipe giro feijó - 20:08
, ,

Avião bimotor cai no interior do Acre

O avião bimotor particular comandado pelo piloto identificado por Maicon dos Santos decolava de Manuel Urbano para Santa Rosa, mas caiu antes de ganhar altura na cabeceira da pista na tarde desta quarta-feira, 10. As informações são do repórter Aldejane Pinto, de Sena Madureira
O piloto, que seria filho do proprietário da aeronave, sofreu ferimento na cabeça. Ele não corre risco da morrer. No avião também estava uma mulher. Ela recebeu os primeiros socorros. Uma ambulância do Samu se dirigiu à cidade para prestar socorro às vítimas, que devem ser trazidas para o Pronto Socorro de Rio Branco. Uma pane no avião teria causado a queda. Mas as causas reais do acidente serão investigadas.
A Rádio Boas Novas FM de Manuel Urbano chegou a informar que uma criança estaria entre as vítimas, mas a informação ainda não foi confirmada.
Fonte: http://www.ac24horas.com
Publisher: William Silva - 19:56
,

Após recusar reatar casamento, mulher é esfaqueada por ex

Maria Perpétua Conceição, de 22 anos, diz que foi esfaqueada pelo ex-companheiro, de 33 anos, na noite de segunda-feira (8). Segundo ela, o motivo da agressão seria por não ter aceitado reatar o casamento.
A agressão ocorreu na Rua Marechal Rondon, no Bairro Papouco, em Rio Branco. A vítima contou que foi atingida em várias partes do corpo e teve que passar por cirurgia no Pronto-Socorro da capital. O suspeito está foragido.
A vítima, que divide a casa com uma amiga, disse ao G1 que está separada do suspeito há mais de três meses, quando foi agredida pela primeira vez. Ela revela que no momento da agressão estava com a filha de 1 e 6 meses, que não é filha do suspeito, nos braços e quase a criança foi atingida.
"Ele chegou e perguntou se eu dava uma chance para ele, eu disse que não porque ia sofrer. Na hora que ele estava conversando comigo, meu telefone tocou e logo em seguida a ligação caiu. Era uma amiga me ligando e ele disse que era um homem. Aí ele começou a me furar, ia cortando minha filha, perdi a força no braço e ela caiu. Se eu não tivesse soltado minha filha, as facadas também teriam pegado nela", relembra.
Ainda de acordo com Maria, o suspeito só parou com as agressões depois que ela correu para a casa de um vizinho. A jovem foi atingida na região do tórax, costas, rosto, braço e costelas.
"Passamos 10 meses juntos e ele sempre foi agressivo comigo. Me deixava em casa e ia para os bares beber. Uma vez ele chegou e eu estava deitada, então ele começou a me bater. Eu separei e fui na delegacia dá parte dele", lamenta
Sobre a primeira agressão, a jovem revela que registrou um boletim de ocorrência na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) e pediu uma medida protetiva para que o suspeito ficasse longe dela. Ainda abalada, Maria disse que quer justiça.
"Ele foi preso, solto no dia seguinte e ficou atrás de mim. Pedi que fizéssemos um acordo para ele ficar longe de mim, mas não foi feito. Quero que ele vá para a penal, que pague pelo que cometeu. Estou com risco de ficar deficiente do braço, levei um corte muito grande, cortou os tendões. Quero justiça", reclama.
A Polícia Militar do Acre (PM-AC) informou, por meio de sua assessoria, que o suspeito continua foragido. Uma guarnição do 1º Batalhão da Polícia Militar (BPM) foi até o local, mas a vítima já tinha sido socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Ainda segundo a PM-AC, os policiais realizaram rondas no local do crime e nos bairros vizinhos, mas o suspeito não foi encontrado.
fonte  Do G1 AC 
Publisher: equipe giro feijó - 08:31

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

,

Acre no debate do fim da pensão a ex-governadores

Entre os temas polêmicos que voltam a mesa de debates no regresso dos deputados da Aleac, na próxima semana, consta o fim da pensão vitalícia para ex-governadores e viúvas, que consomem mais de R$ 400 mil por mês dos cofres públicos. No Acre são 15 que recebem sob a rubrica aposentados/pensionista o valor de R$30.471,11, sem desconto previdenciário, obrigatório a outros servidores do Estado.
A Constituição do Estado, de outubro de 1989, estabeleceu que, cessada a investidura no cargo de governador, em decorrência de morte ou invalidez permanecendo titular, quem o tiver exercido, em caráter efetivo, fará jus a um subsídio mensal e vitalício correspondente ao vencimento e representação do cargo.
A partir daquele ano, a pensão vitalícia só seria concedida quando a família comprovasse que não possuía recursos financeiros suficientes para sua subsistência. Em 1996, o então governador Orleir Cameli pôs fim ao beneficio e em 1999, em projeto proposto pelo então deputado Wagner Sales, o beneficio foi restabelecido pelo ex-governador Jorge Viana.
DUAS PROPOSTAS
Antes do recesso o deputado Gehlen Diniz,do PP, apresentou projeto revogando integralmente o artigo 77 da Constituição do Acre, sob a justificativa que o STF já se posicionou favorável em outros estados. A proposta deve ser analisada por uma comissão especial e em seguida voltar ao plenário para votação.
Outro projeto, ainda na fase de esboço, é de autoria do deputado  Eber Machado, do PSDC, que defende o modelo aprovado pelo  Rio Grande do Sul: atual subsidio por apenas quatro anos e em caso de morte o valor não será repassado a um parente – esposa e filhos.
Muitos parlamentares do Acre já tentaram por fim a pensão a ex-governadores. A proposta já foi defendida por Márcio Bittar, João Correa, Donald Fernandes, Astério Moreira, Gilberto Diniz, além de agora Gehlen Diniz e Eber Machado.
TIÃO E VALORES
O governador Tião Viana já disse que a matéria não tem importância pessoal porque ao assumir o cargo fez “opção salarial como professor da UFAc e médico do Estado”, funções que já exercia antes de se eleger governante. Por conta do atual arrocho financeiro, em dezembro Tião negou aumento salarial para secretários e diretores de empresas, além aos ex-governadores e viúvas que compõem a folha do Estado
A ex-deputada federal Maria Lúcia Melo de Araújo, mãe da atual vice-governadora Nazaré Araújo, e esposa do saudoso José Augusto de Araújo (primeiro governador eleito do Acre), possui a matricula mais antiga (de 1981) dos 15 aposentados
tabela
fonte  www.jornalatribuna.com.
Publisher: equipe giro feijó - 08:32
, ,

Pastor engravida 20 mulheres e afirma que foi Deus quem mandou

Timothy Ngwu, pastor, 53 anos, é protagonista de uma história, no minímo, bizarra. O pastor evangélico de uma comunidade carente da Africa, engravidou 20 mulheres de sua congregação dizendo a elas que foi Deus quem mandou elas se deitarem com ele. Utilizando desta razão para convence-las.
Dentre as mulheres, haviam solteiras e casadas, o que deixou todos completamente espantados quando a notícia se espalhou. A pessoa responsável pela denúncia do Pastor foi sua ex mulher, Veroica Nqwu, que o entregou a polícia.
Mesmo diante das acusações e confirmações do abuso, o pastor insiste em dizer que só cometeu o ato por consentimento das mesmas. O caso está sendo investigado pela polícia local
fonte  www.jornalatribuna.com.

Publisher: equipe giro feijó - 08:01
,

Policia Civil Prende Foragidos da Justiça

Atendendo mandados judiciais policiais civis comandado pelo o Delegado Samuel Mendes, realizaram uma operação e prenderam nove foragidos da justiça que estavam com mandado de prisão em aberto. 
Os policiais civis realizaram diligências em diversas localidades,
 
inclusive em aldeias indígenas e houve a contribuição da liderança indígena Carlos Bruno, que ajudou a localizar um dos foragidos que estava com mandado de prisão em aberto.   

fonte   acrefeijonew.blogspot.com
Publisher: equipe giro feijó - 07:42

domingo, 7 de fevereiro de 2016

,

AÇÃO CONJUNTA ENTRE POLÍCIA MILITAR E POLÍCIA CIVIL PRENDEM ASSALTANTE

nos últimos tempos vem sofrendo por uma onda de assaltos (roubos) com emprego de arma de fogo. As ações se agravaram após a chegada de Michael vindo de Rio Branco.
Em uma ação da Polícia Civil e da Polícia Militar comandada pelo Ten PM Augusto, prenderam Michael Nascimento de Carvalho em cumprimento Mandado de Prisão. O mesmo estava escondido na colônia, sendo necessário os policiais irem de quadriciclo devido o ramal estar em péssimo estado. Há algum dias atrás foram apreendidas em poder de Michael uma escopeta e uma garrucha, utilizada por ele para cometer assaltos. Michael encontra-se preso na DP a disposição da justiça.
Publisher: equipe giro feijó - 09:22

sábado, 6 de fevereiro de 2016

,

Suspeito de matar pai a golpes de terçado é preso e comemora

Adaucicleu Torres Pereira, de 21 anos, foi preso em flagrante na noite desta sexta-feira (5), após 
matar o próprio pai, Adaucides Gomes Pereira, a golpes de terçado no município de Acrelândia, distante 105 km de Rio Branco. Na delegacia, Pereira comemorou e fez pose para foto. Segundo o delegado Marcos Cabral, o jovem estava sob efeito de entorpecente e alcoolizado no momento do crime.
De acordo com Cabral, o suspeito informou que já havia ameaçado o pai em uma outra situação, já que ele agredia a sua mãe. Segundo o delegado, a vítima ainda tentou fugir do filho, mas foi alcançado pelo suspeito e morto no meio da rua.
"A informação é de que ele chegou em casa e surtou do nada dizendo que ia matar o pai. Ele pegou o terçado, a mãe ainda tentou segurá-lo e pediu que o marido corresse, por isso, que o óbito foi na rua", conta o delegado.
De acordo com Cabral, Adaucides Pereira foi atingido com um golpe em uma das mãos, possivelmente quando tentou se defender e também teve outro golpe profundo na cabeça. "Após matar o pai, ele ainda tentou fugir, entrando em uma outra residência. Ele ainda estava transtornado. Foi então que acionaram a polícia", diz.
Por questão de segurança, o suspeito foi encaminhado para o presídio em Rio Branco. Segundo o delegado, algumas pessoas já se aglomeravam em frente à delegacia. A polícia também informou que o jovem já tem passagem pela polícia por dirigir veículo sem habilitação e sob efeito de bebida alcoólica.
fonte   Do G1 AC
Publisher: equipe giro feijó - 10:04
,

Acre investiga mais de 20 casos de microcefalia, aponta Saúde

O Acre investiga 21 casos de microcefalia detectados entre dezembro de 2015 e janeiro deste ano, conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O número é superior ao divulgado pelo  Ministério da Saúde, na terça-feira (2), de 20 casos sob investigação.
De acordo com a Sesacre, dos 21 casos notificados no período, 19 são naturais do estado acreano e dois são de Rondônia. No entanto, apesar de estar sob investigação, o órgão informou que as mães não apresentaram sintomas de zika vírus.
Até o último boletim epidemiológico da Sesacre, divulgado na terça-feira, dos 100 casossuspeitos de zika vírus no estado, somente três podem estar relacionados à doença, ainda que as mães também não tenham tido sintomas.
A secretaria afirma que, até o final deste ano, eram divulgados apenas as suspeitas relacionadas ao vírus. Porém, com um novo protocolo do Ministério da Saúde, a divulgação é de todos os casos registrados.
A Sesacre ressalta que os principais critérios utilizados para a notificação é quando a mãe tem suspeita de zika vírus ou o recém-nascido possui perímetro cefálico igual ou inferior a 32 cm. A doença é trasmitida pelo mosquito Aedes aegypti.
Terrenos baldios são os locais de maior dificuldade nas inspeções dos agentes de endemias em Rio Branco, de acordo com o secretário de Saúde de Rio Branco, Oteniel Almeida.
Para tentar minimizar o serviço em áreas fechadas, o governo federal publicou no Diário Oficial da União (DOU), na segunda-feira (1), uma Medida Provisória que autoriza o ingresso forçado de agentes em imóveis públicos ou particulares "no caso de situação de abandono ou de ausência de pessoa que possa permitir acesso", destaca o texto
Na capital acreana, conforme o secretário, 1.200 pessoas trabalham no combate ao mosquito transmissor das três doenças. Diretamente nas inspeções, a secretaria contabiliza 170 agentes que atuam diariamente.
fonte   Do G1 AC
Publisher: equipe giro feijó - 09:53

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

,

Horário de funcionamento do evento carnavalesco do município de Feijó.

O carnaval 2016, será promovido pela Prefeitura de Feijó em parceria com a iniciativa privada, com início no dia 06 de fevereiro (sábado), e encerramento na madrugada do dia 10 de fevereiro (quarta feira de cinzas), adotando-se os seguintes horários:
  • SÁBADO (06/02/2016)
Início ás 22:00 horas e término as 03:00 horas.
  • DOMINGO (07/02/2016)
Início ás 22:00 horas e término as 03:00 horas.
  • SEGUNDA FEIRA (08/02/2016)
Início ás 22:00 horas e término as 03:30 horas.
  • TERÇA FEIRA (09/02/2016)
Início ás 22:00 horas e término as 05:00 horas.
Fica estabelecido o seguintes horários para a participação das crianças e adolescentes, no Baile Infantil, podendo permanecer a partir deste horário acompanhados dos pais ou responsável, conforme a Portaria 01/2016, do Juizado da Infância e Juventude da Comarca de Feijó.
 Haverá segurança total, muita paz e muita alegria e os foliões que forem participarem tem várias barracas com vendendo as mais variadas tipos de bebidas e comidas.  E as atrações musicais, são Trio Furacão e Banda, Banda Extase e Nick Anderson. 
fonte  www.feijo.ac.gov.br acrefeijonew.blogspot.com
Publisher: equipe giro feijó - 20:55
,

Jornal francês cita Acre como um dos Estados mais “miseráveis” do Brasil em reportagem especial

De 2003 a 2010, 25 milhões de brasileiros saíram do estado de pobreza. Mas, com a recessão que assola o país, a redução das desigualdades deixou de ser uma prioridade 
Eugênia Oliveira possui a resignação daqueles que a vida nunca poupou, e está feliz porque não há ratos rondando seu barraco de madeira. "Graças a Deus". Eugênia tem 35 anos, seis filhos e em breve sete, vive em um dois cômodos de arquitetura tosca e perigosa em Paraisópolis, uma favela do sul de São Paulo, a megalópole brasileira. Uma cortina grudenta separa a cozinha de cerca de 4m² de um quarto de dormir pouco maior, onde se amontoa a família em meio à sujeira e à umidade, com a televisão ligada na Globo, a emissora mais popular do país. "No inverno a gente congela, no verão a gente cozinha", ela brinca.
Quando sua filha mais nova nasceu com um problema cerebral, Eugênia teve de deixar seu emprego de faxineira e a casa de alvenaria que ela ocupava em outra área da favela, por não poder pagar o aluguel exorbitante (R$ 300) que o proprietário lhe pedia. Ela se mantém com o Bolsa Família, oferecido pelo Estado aos mais miseráveis em troca da escolarização dos filhos, e está esperando por uma pensão para sua filha.
Nessa noite de janeiro, a água da chuva misturada ao esgoto escorre ao longo de uma rua lamacenta. O cheiro de urina se mistura ao do de fritura das cozinhas dos arredores, em meio ao barulho gerado pela proximidade entre as casas. A algumas centenas de metros dali, é possível ver os prédios luxuosos do Morumbi, abrigando apartamentos de milhões de reais, com piscina, varanda e sauna, onde trabalham como empregados domésticos alguns moradores dessa favela.
Com esses contrastes chocantes, prova das vertiginosas desigualdades, Paraisópolis confirma as estatísticas que mencionam uma distorção da distribuição de renda equivalente à do início do século 19 na França ou no Reino Unido, época dos "Miseráveis" de Victor Hugo e dos romances de Charles Dickens, como lembrou no dia 5 de janeiro a revista semanal brasileira "Carta Capital". Segundo a ONG Oxfam, 62 bilionários detêm uma riqueza equivalente à da metade da população mundial, ou seja, 3,6 bilhões de pessoas. Entre eles, há dois brasileiros: o empresário e ex-campeão de tênis Jorge Paulo Lemann e o banqueiro Joseph Safra.
No Brasil, os dados não permitem medir as desigualdades de patrimônio, mas só a diferença de renda já dá uma ideia do problema: segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o 1% dos mais ricos, em 2014, ganhava em média R$ 14.548 por mês, ante R$ 155,00 no caso dos 10% mais pobres. Quase cem vezes menos. "É bem alarmante", observa Marc Morgan Mila, aluno de Thomas Piketty, que está redigindo uma tese sobre as desigualdades brasileiras na Escola de Economia de Paris.
Ele diz que o culpado disso é um sistema de tributação que, em certos sentidos, confere ao Brasil um aspecto de paraíso fiscal. As rendas obtidas dos dividendos das empresas e recebidas por pessoas físicas não são tributadas, a tributação do patrimônio é quase inexistente, a das heranças é leve e o imposto sobre a renda é pouco progressivo, com uma alíquota máxima de 27,5% (contra mais de 40% na França). A maior parte das receitas fiscais vem dos impostos indiretos cobrados do consumo como o ICMS, que ricos e pobres pagam de maneira idêntica e injusta. No final, um milionário paga proporcionalmente 25% a menos do que um trabalhador de classe média.
"Após a abolição da escravatura em 1888, o Brasil não teve uma verdadeira reforma agrária, e assim foram perpetuadas as desigualdades de renda que também são desigualdades de gênero e de raça", comenta André Calixtre, diretor de estudos no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em Brasília. Os grandes proprietários fundiários, ex-colonos, brancos, transformaram sua fortuna agrária em patrimônio industrial, financeiro ou imobiliário, enquanto os descendentes de escravos se mantiveram na pobreza. Em 2014, um homem branco ganhava em média R$ 2.393,00, contra R$ 956,00 no caso de uma mulher negra, ressalta Calixtre.
No entanto, o Brasil, ex-astro dentre os países emergentes, no começo dos anos 2000 tomou o caminho do desenvolvimento que primeiramente beneficiou os mais pobres. Com a ajuda do boom do preço das matérias-primas e da política social do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT), que ocupou o poder de 2003 a 2010, 25 milhões de brasileiros saíram da pobreza. De 2002 a 2014, o salário mínimo aumentou 77% em termos reais, ou seja, bem mais que a renda média (+40%). Entre 2004 e 2014, o índice de brasileiros que vivem em extrema pobreza, com menos de US$ 1 por dia (R$ 3,93), caiu para um terço, de 9,37% para 3,09%.
"A desigualdade diminuiu, mas não o suficiente", comenta Katia Maia, diretora da Oxfam Brasil. Para ir além, faltava a reforma fiscal que é o que se esperaria de um governo de esquerda. Pragmático, o ex-presidente tomou o cuidado de não assustar o "muro do dinheiro": "O Lula concentrou sua ação em ajudar os mais pobres, sem incomodar os mais ricos", resume Morgan Mila. Essa tática foi colocada em evidência por algumas pessoas desde que ele chegou ao poder em 2003, quando foi pela primeira vez à cúpula econômica de Davos, símbolo do capitalismo, e a seu contraponto, o Fórum Social de Porto Alegre.
Hoje, a recessão, a inflação de dois dígitos e o aumento do desemprego trazem os temores de um retrocesso. Em 2015, o país perdeu 1,5 milhão de empregos e a economia informal vem crescendo. Só que "o melhor programa social é o emprego", acredita Heloísa Oliveira, da fundação Abrinq, que visa proteger as crianças e os adolescentes. "A crise pode agravar a vulnerabilidade dos mais jovens", ela diz preocupada, lembrando que em 2010 19% das mães brasileiras tinham menos de 19 anos e que, no Nordeste, mais de um terço da população tem entre 0 e 18 anos e vive em favelas. Em certos Estados como o Acre, na Amazônia, o mais pobre do país, o coeficiente Gini, que mede as desigualdades, voltou a se agravar em 2015. Oliveira lamenta que não se tenha colocado mais ênfase na educação, pensando no futuro.
Mas não é mais tempo de gastar. A presidente Dilma Rousseff (PT), ameaçada de impeachment, desde 2014 parou de conduzir uma política social seguindo o modelo de seu antecessor, passando a adotar o rigor. Mesmo os sagrados gastos com o Carnaval, que será no início de fevereiro, foram revistos para baixo. Essa austeridade pode se revelar positiva caso Brasília reforme um Estado gastador e pouco eficiente, mas também negativa caso os cortes orçamentários sejam feitos de qualquer jeito e afetem os programas sociais, a ponto de comprometer a ambição do Brasil de fundar uma sociedade mais igualitária.
fonte  .uol.com

Publisher: equipe giro feijó - 13:18
,

Juíz de Direito Substituto do Juizado da Infância e Juventude da Comarca de Feijó, baixa Portaria sobre a permanência de menores no Carnaval.

O Magistrado Alex Ferreira Oivane, Juiz de Direito Substituto, respondendo pelo Juizado da Infância e Juventude da Comarca de Feijó, Estado do Acre, no uso de suas atribuições legais que lhe confere o art. 149, inciso l, alíneas "b" e "c" e §§ 1° e 2°, da Lei n° 8.069/90. CONSIDERANDO, a necessidade de disciplinar o acesso e a permanência nos locais de danças e de bailes carnavalescos, bem como nos logradouros CONSIDERANDO, a necessidade de um tratamento especial as crianças e durante o período de bailes carnavalescos; CONSIDERANDO, a proibição legal para a venda e consumo de bebidas alcoói'cas e de produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica, ainda c> is por utilização indevida a menores; CONSIDERANDO, ainda, a necessidade de se tomar providências que visem [-roporcionar segurança e proteção da integridade física dos adolescentes e de seus pais ou responsáveis legais; CONSIDERANDO, que ao Juizado da Infância e Juventude compete estabelecer normas que permitam às autoridades responsáveis pela manutenção da ordem pública coibir abusos e/ou excessos que atentem contra o ordenamento legal de proteçào à criança e 30 adolescente; -••r CONSIDERANDO, o período de festas Carnavalescas; CONSIDERANDO, que é dever do Estado viabilizar a segurança dos locais P-JOÍM-JO; com concentração de pessoas, com o fim de promover a diminuição das ocorrências policia.; envolvendo os integrantes do evento; RESOLVE: Artigo 1°. Proibir, o acesso e a permanência de crianças (até 12 anos de idade incompletos), ainda que acompanhados dos pais ou responsável, após as 21 PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DQ.ACRE Juizado da Infância o Juventude da Comarca de Feijó horas, em locais que estejam ocorrendo festas e bailes de Carnaval; Artigo 2°. Proibir o acesso e permanência de adolescentes {entre 12 anos completos e 18 anos) que estejam desacompanhados dos pais ou responsável, a partir das 23 horas, no local de realização bailes carnavalescos ou no local de realização do Carnaval Popular; Artigo 3°. Os adolescentes e os pais ou responsável legal deverão estar portando documento que comprove tal situação, sob pena do adolescente ser devidamente recolhido pelo Conselho Tutelar e os pais ou responsável se sujeitarem à sanção de multa, prevista, na Portaria n° 37/2011. O responsável peia criança e/ou adolescente deverá estar portando seu documento de identidade, ter 18 (dezoito) anos ou mais de idade e não ser encontrado expondo a criança ou adolescente a situação de risco; Artigo 4°. É terminantemente proibido a venda e o consumo de bebidas alcoólicas G de produtos cujos componentes possam causar'dependência física ou psíquica, ainda que por utilização indevida aos menores de 18 (dezoito) anos, mesmo que ! nados dos pais ou responsáveis legais; Artigo 5°. As crianças que estiverem em situação de risco ou em desacordo com o disposto nesta Portaria deverão ser entregues aos pais ou responsáveis, caso estejam no evento ou encaminhadas, pelo Conselho Tutelar ou Agentes de Proteção da infância e Juventude, às suas residências, mediante termo de compromisso do responsável legal e sob as penn>- da lei; e os adolescentes, em idêntica situação, serão recolhidos pelo Conselho Tutela?" ou Agentes de Proteção da Infância e Juventude, sendo liberados apenas para o responsável legal, mediante termo de responsabilidade e sob as penas da lei; Artigo 6°. Os pais ou responsáveis legais serão responsabilizados tanto na esfera administrativa quanto na esfera criminal pelos excessos, transgressões, embriaguez eventual; falta de decoro ou de pudor por parte do adolescente sob sua guarda ou responsabilidade; Artigo 7°. O disposto nesta Portaria não, impede a aplicação de outras medidas ou penalidades previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente, bem como no Código Penal Brasileiro; Artigo 8°. Esta Portaria terá a vigência apenas no período do carnaval popular compreendido entre as 21 horas do dia 05.02.2016 até às 6 horas do dia 09.02.2016, e deverá ser afixada em locais de fácil visibilidade. Artigo 9.°. Os proprietários ou os promotores de eventos carnavalescos que PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO ACRE Juizado da Infância o Juventude da Comarca de Feijó deixarem de cumprir o disposto nesta Portaria estará sujeitos ã multa de 03 (três) a 20 (vinte) salários mínimos, independente de eventual fechamento do estabelecimento por até 1G (quinze) dias, nos termos do Estatuto da Criança e do Adolescente. Artigo 10. Publique-se. Cumpra-se, remetendo cópia desta Portaria à Corregedoria Geral da Justiça do Estado do Acre, ao Ministério Público desta Comarca, a Delegacia Geral de Policia Civil de Feijó, ao Comandante da Policia Militar, ao Corpo de Bombeiros, ao Conselho Tutelar, ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, a Prefeitura Municipal de Feijó, aos agentes de proteção, aos proprietários de clubes e promotores de eventos. Registre-se com as demais formalidades legais, enviando-se cópia a Rádio Difusora e FM local, para mais ampia divulgação. Feijó-AC, 04 de fevereiro de 2016. Alex Ferreira Oivane Juiz de Direito Substituto
Publisher: equipe giro feijó - 12:47

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

,

Dnit avança nas obras emergenciais de recuperação da BR-364

O governador Tião Viana se reuniu na tarde de quarta-feira, 3, com o supervisor de obras do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Tiago Caetano, que falou a respeito do andamento das obras de recuperação emergencial dos trechos da BR-364, entre Tarauacá e o Rio Liberdade, sentido Rio Branco – Cruzeiro do Sul.
Segundo o supervisor, os serviços nos quatro lotes avançam em ritmo intenso e a previsão é de concluí-los até abril. Atualmente, quatro empresas trabalham na recuperação desses trechos emergenciais.
“Estamos tendo um bom fluxo na execução das obras emergenciais que estão sendo realizadas nos trechos entre Tarauacá e o Rio Liberdade. Obtivemos resultados positivos em todas as áreas de intervenções técnicas. Nossa previsão de conclusão dessas obras é até final de abril, dentro do prazo estabelecido”, contou Caetano.
O supervisor garantiu, ainda, que, com isso, as obras irão garantir trafegabilidade durante todo o inverno. Conforme o planejamento anual do órgão, novos projetos já estão sendo trabalhados para garantir a condição plena de tráfego na rodovia.
Os serviços emergenciais executados ao longo da BR-364 estão sendo pagos com o recurso de R$ 78 milhões que o governador Tião Viana conseguiu para o Acre, em um esforço junto à presidente Dilma Rousseff, que realizou a liberação da verba em maio de 2015, e as ordens de serviços foram assinadas pelas empresas e Dnit, no final do último mês de agosto.
Entre Sena Madureira e o Rio Purus, o supervisor afirmou que a condição é favorável ao tráfego. “Estamos concluindo um novo projeto pra dar início às obras no próximo verão, a fim de garantir a plena condição de tráfego em todo o trecho. A ideia é que essas intervenções consigam dar suporte até que venham as obras de reconstrução, do projeto que está sendo elaborado neste ano”, explicou Caetano.
No Km 278, localizado a cinco quilômetros de Sena Madureira, sentido Manoel Urbano, que sofreu uma erosão que comprometeu metade da pista, as frentes de trabalho avançam.
“Já contratamos os serviços necessários para aquele ponto, e a empresa está conseguindo dar uma resposta relativamente rápida. Hoje, ela está trabalhando dentro do que o clima permite. Em dois meses, todos os serviços nesse trecho devem estar concluídos”, finalizou o supervisor do Dnit.
fonte  www.jornalatribuna.com
Publisher: equipe giro feijó - 09:33
,

Idoso é dado como morto pelo INSS e tem aposentaria suspensa no Acre

O aposentado Wanderley Nascente Polido, de 66 anos, é morador do município de Acrelândia, distante 105 quilômetros de Rio Branco, e está há dois meses sem receber o benefício da aposentadoria pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Ao G1, o INSS informou que um dos motivos para a suspensão do pagamento pode ser o cadastro desatualizado do idoso.
De acordo com a mulher do beneficiário, Merces Pereira Polido, de 70 anos, o idoso foi acompanhado pela nora até uma agência do INSS em Rio Branco no início de janeiro e descobriu que está dado como morto no sistema o instituo.
O aposentado voltou a procurar o INSS na última segunda (1) e foi informado que o problema deve ser resolvido até a sexta-feira (5).
"Ele foi até a capital para tentar resolver o problema, mas até agora nada. No INSS dizem que iam tentar ajeitar o sistema e espero que isso seja resolvido. Meu marido nunca deu entrada em nenhum tipo de documento que pudesse gerar um erro como esse. Eles cortaram a aposentadoria como se ele tivesse falecido, mas ele está vivo", destaca a dona de casa.
Sem receber o benefício, Merces relata que o marido está com contas atrasadas e aguarda uma resposta do INSS sobre o caso.
A situação está bem complicada, ele não tem dinheiro para pagar as contas, pois foi procurar o dinheiro da aposentadoria e não recebeu. A atendente ainda deu o prazo até sexta-feira (5), porque minha nora explicou que moramos em uma zona rural e não passa nem ônibus, é difícil ir para Rio Branco", relata.
De acordo com o chefe de Serviços de Benefícios do INSS no Acre, Rodilson Cordeiro, na maioria dos casos, uma pessoa homônima faleceu e, por falta de atualização no cadastro da pessoa viva, o benefício pode ter sido suspenso.
"Provavelmente se ele é beneficiário da previdência e o benefício foi suspenso em razão de um possível óbito é por conta de que os dados da certidão de óbito devem bater com o mesmo nome, é um homônimo", explica.
Ainda segundo Cordeiro, alguns dados pessoais do beneficiário como o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF), nome do mãe ou data de nascimento podem estar faltando em seu cadastro no INSS. Para regularizar o serviço, o idoso deve ir até uma agência para atualização essas informações.
"Dessa maneira, caso ocorra o óbito de uma pessoa com o mesmo nome e não haja como checar esses dados e dizer que a pessoa que faleceu não é ele [Vanderlei] o benefício é suspenso. Assim, a pessoa que não corresponde aquela certidão de nascimento de comparecer ao INSS para atualizar o cadastro no banco de dados da previdência", explica.
fonte    Do G1 AC
Publisher: equipe giro feijó - 09:16
 

 

FESTAS E EVENTOS

Em Breve Tudo que Rola nas Baladas