propaganda

Pesquise Sua Notícia

Carregando...

Impeachment De Dilma Sessão Extraordinária

Featured

Video

terça-feira, 30 de agosto de 2016

,

Após incêndio, No aeroporto de Feijó funciona normalmente

Após o incêndio que atingiu, na noite de domingo (28), a área do aeroporto da cidade de Feijó, no interior do Acre, o local segue com funcionamento normal. Mesmo considerado de grandes proporções pelo Corpo de Bombeiros, a secretária de Administração do município, Juliana Barbosa, afirmou que o fogo não afetou a estrutura do aeroporto.
A secretária explica que as chamas atingiram grande parte da área externa, de mata, e da pista do aeroporto, porém, não chegou até os tanques, aeronaves e estrutura do local. Portanto, após o incêndio, o aeroporto não deve passar por nenhuma reforma, segundo informou Juliana.
“Graças a Deus o fogo só foi na parte da mata, não tivemos nenhum dano material nem no aeroporto, nem nos aviões, porque os populares, funcionários da prefeitura, e do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) conseguiram impedir que o fogo se propagasse. Então, não vai ser preciso fazer nada, já está tudo normalizado. O aeroporto não chegou nem a ficar interditado", afirma a secretária.
Incêndio atingiu área de aeroporto de Feijó neste domingo (28) (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
Com relação ao que pode ter causado o incêndio, a secretária acredita que pode ter iniciado por conta das queimadas realizadas em áreas rurais próximas ao aeroporto e que, por conta do tempo seco, o fogo pode ter se alastrado.
Entenda o caso
Um incêndio de grandes proporções atingiu, na noite de domingo (28), a área do aeroporto da cidade de Feijó, distante 366 quilômetros de Rio Branco. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o fogo atingiu grande parte da pista, próximo aos tanques de combustível e aviões, além de parte da área externa. As causas do incêndio ainda não foram identificadas.
A ocorrência foi registrada por volta das 19h e o fogo só foi controlado às 21h30. Como na cidade não existe quartel do Corpo de Bombeiros, uma equipe do município de Tarauacá se deslocou até Feijó para atender à ocorrência
fonte    g1.globo.com
Publisher: equipe giro feijó - 18:33:00
,

Menor é amarrado e morto em centro socioeducativo em Cruzeiro do Sul

Um adolescente de 17 anos foi amarrado e morto dentro do Centro Socioeducativo Juruá, na cidade de Cruzeiro do Sul, no interior do Acre. A direção da unidade acredita que o jovem tenha sido asfixiado com um lençol por quatro indivíduos que dividiam o alojamento com ele. O menor tinha dado entrada no centro no domingo (28) e cumpria pena por furto pela segunda vez.
A vítima estava no alojamento B-4, que dividia com mais quatro rapazes. Destes, dois já são maiores de idade e devem ser encaminhados para o presídio.
"Quatro internos, que viviam com o que morreu, amarraram e sufocaram ele até a morte. Tudo indica que ele morreu asfixiado, mas vamos aguardar o laudo para confirmar o que aconteceu direitinho. Os agentes perceberam a movimentação durante a ronda constante e agiram rápido, inclusive, fazendo massagem cardíaca e respiração boca a boca, mas foi constatado o óbito", informou diretor da unidade, Vanilson da Silva.
A direção acionou a perícia técnica e o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal. Os quatro envolvidos na morte do adolescente estão na delegacia geral de Cruzeiro do Sul.
fonte  g1.globo.com
Publisher: equipe giro feijó - 10:05:00
,

Acreana pede apoio em plataforma digital para gravar primeiro CD

A meta está lançada: arrecadar R$ 25 mil em pouco mais de 30 dias. É o que a artista acreana Kelen Mendes planeja para conseguir gravar seu primeiro CD com músicas autorais. Em uma plataforma digital, ela lançou a campanha e afirma ser a primeira mulher acreana a tentar o financiamento pelo site. Kelen tem até 4 de outubro para conseguir arrecadar o dinheiro e gravar o "BaqueduBom".
No site, a campanha oferece até oito categorias de valores para doações, a partir dos R$ 30 e passando dos R$ 2 mil. Em cada valor, os apoiadores ganham brindes, como o CD autografado, apresentações em eventos, fotos do álbum e até aulas de canto. Com a arrecadação, Kelen espera conseguir lançar o CD no início de 2017.
O CD "BaqueduBom" deve ter músicas compostas desde 2004, que foram feitas a partir de várias observações da artista. “Eu tenho uma observação sobre a música regional e venho há muito tempo observando indígenas e idosos. Então, nós viemos tentando descobrir o que são esses baques locais”, explica.
Kelen Mendes Acre (Foto: Arquivo Pessoal)
Para quem está em dúvida, Kelen ainda explica o que é o Baque, que intitula o álbum. “Aqui na região as pessoas mais idosas costuma falar: ‘Esse cara tem um baque bom, ou, esse cara tem uma pegada boa no violão, por exemplo’. Então, ele faz parte da nossa linguagem regional”, explica a artista.
Apesar de chamar de música regional, a cantora e compositora conta que o estilo das suas músicas são vários e vai desde rock, passando blues e samba. São vários ritmos, ou melhor, vários baques.
“A grande mídia está voltada para quem está mais perto dos grandes centros, onde estão as grandes emissoras de TV e rádio. Com a nossa distância geográfica, ficamos completamente privados”, afirma Kelen.
O amor pelo regional e pela música em geral começou quando criança. Nascida em Rio Branco, Kelen, estudava no Colégio Acreano e já gostava de cantar, o que continuou fazendo ao entrar na faculdade. Ela conta que tinha muito incentivo das pessoas da cidade, que mostravam para ela que era possível fazer o que gosta.
“Com a realização dessa campanha e a gravação do CD, eu quero estimular os mais jovens, mostrar que aqui a gente pode conseguir fazer música e trabalhar com o que a gente gosta”, comenta a cantora.
Kelen Mendes já tem um CD, que foi gravado em 2008 com composições de músicos acreanos. Além de artista ela é formada em ciências sociais com habilitação em sociologia e trabalha como gestora de políticas públicas. Além da plataforma, ela vai realizar um show para divulgar a campanha e pedir o apoio das pessoas, que vão estar com ela como parceiros.
“A gente vai ser pioneiro juntos, quem apoiar. Sou a primeira mulher acreana a tentar financiamento para gravação de CD, estou ousando em fazer trabalho apenas com músicas autorais. É um desafio que lanço para as pessoas”, finaliza Kelen.
fonte   g1.globo.com
Publisher: equipe giro feijó - 07:35:00

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

,

Criança de 1 ano morre a caminho do hospital após cair em piscina

Um menino de 1 ano e 5 meses morreu afogado na tarde desta segunda-feira (29) após cair dentro de uma piscina, na Rua dos Engenheiros, bairro Estação Experimental, em Rio Branco.
O menino ainda chegou a ser socorrido por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel (Samu), mas morreu a caminho do Hospital de Urgência e Emergência da capital acreana.
No momento do acidente a criança estava com o pai, Edvaldo Batista, três irmãos, de 5 meses, 8 e 9 anos, e a mãe. O nome da criança não foi divulgado pela família.
"Terminamos de almoçar e o irmão dele caiu do colchão que tínhamos colocado e aí fomos ver. Ele ficou com os outros dois irmãos. Quando a gente sentiu falta dele uns cinco minutos depois, procuramos. Meu ex-cunhado mergulhou na piscina, um rapaz que ajuda a gente na limpeza do imóvel também mergulhou, mas não encontraram", disse abalado.
Batista diz que a família ainda procurou a criança na rua e dentro da casa. "Depois resolveram mergulhar novamente na piscina e encontraram, mas aí já era um pouco tarde", lamenta o pai. O corpo da criança foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Rio Branco.
fonte   /g1.globo.com
Publisher: equipe giro feijó - 22:06:00

domingo, 28 de agosto de 2016

,

Fogo em Feijó perto do aeroporto de Feijó veja o vedio

Um incêndio de grandes proporções atingiu, na noite deste domingo (28), a área do aeroporto da cidade de Feijó, distante 366 quilômetros de Rio Branco. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o fogo atingiu grande parte da pista, próximo aos tanques de combustível e aviões, além de parte da área externa. As causas do incêndio ainda não foram identificadas.
A secretária de Administração do município de Feijó, Juliana Barbosa, afirmou ao G1 que a prefeitura ainda não verificou a situação atual do aeroporto após o incêndio, e que até o final da manhã desta segunda-feira (29), deve informar se o local vai precisar ficar fechado e passar por reformas. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou que o aeroporto da cidade de Feijó é de responsabilidade da prefeitura.
A Polícia Civil informou que investigações estão ocorrendo e que policiais estão no local. A informação é de que, a principio, o incêndio não há ligação com os ataques que têm ocorrido no estado desde a morte de um assaltante em confronto com a polícia na última terça-feira (16).
A ocorrência do incêndio foi registrada por volta das 19h e o fogo só foi controlado às 21h30. Como na cidade não existe um quartel do Corpo de Bombeiros, uma equipe do município de Tarauacá se deslocou até Feijó para atender à ocorrência.
Incêndio atingiu área de aeroporto de Feijó neste domingo (28) (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
O major Cláudio Falcão, do Corpo de Bombeiros, informou que antes da equipe chegar no local, pessoas que moram próximo ao aeroporto, servidores do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) e bombeiros que moram na cidade iniciaram o combate ao incêndio.
"O incêndio foi dentro da área do aeroporto, estava, inclusive, ameaçando chegar nos combustíveis e nos hangares, onde ficam as aeronaves. Em Feijó, temos bombeiros que moram lá e que iniciaram o combate às chamas antes da chegada da equipe de Tarauacá. Em seguida, com a chegada da equipe, conseguiram controlar", explicou o major.
Bombeiros afirmam que fogo atingiu grande parte da pista do aeroporto próximo aos tanques de combustível e aviões (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)
O tamanho da área afetada pelo incêndio não foi informado pelos bombeiros, pois, segundo o major, como estava à noite, não foi possível precisar o espaço atingido. Falcão afirmou ainda que não é possível confirmar onde o fogo teria iniciado, se na parte interna ou externa à área do aeroporto. Sobre o que pode ter causado o incêndio, o major afirmou que os Bombeiros devem aguardar uma solicitação da Infraero para que seja feita uma perícia e investigação.


fonte  g1.globo.com
Publisher: equipe giro feijó - 23:36:00
,

Homem é morto durante troca de tiros com a polícia

Um homem foi morto durante uma troca de tiros com a Polícia Militar na manhã deste domingo (28). O caso ocorreu no bairro Tiro ao Alvo, em Cruzeiro do Sul. No local, foi encontrada uma caminhonete, além de material usado para acampamento.
O delegado responsável pelas investigações, Lindomar Ventura, disse que a área já estava sendo monitorada por se tratar de um acampamento onde haviam pessoas suspeitas dos ataques que ocorreram na cidade.
“Com a informação do acampamento de pessoas ligadas aos ataques que aconteceram na cidade, a Polícia Militar foi até o local. Ainda não sabemos quantos foram atingidos no momento da troca de tiros. Como a região tem muito mato, eles [suspeitos] conseguiram fugir ficando apenas esse que veio a óbito”, disse.
O delegado falou ainda que o suspeito chegou a receber atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu e acabou morrendo no local. “Com o mato muito denso, não foi possível uma perseguição dos demais. Logo que foi encontrado esse elemento, o foco foi voltado para ele até para salvá-lo”, disse.
Uma moradora, que não quis se identificar, disse que os cachorros dela não paravam de latir, mas que não saiba que haviam pessoas acampadas. “A gente não imaginava, eu estava fazendo café quando escutei os tiros e pensei que era alguém caçando, foi então que vi os carros da polícia”, conta.
Suspeito de comandar ataques é preso
Um homem, suspeito de comandar ataques no município de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, foi preso na quarta-feira (24) durante uma operação das polícias Civil e Militar. Além da prisão dele, outros 15 mandados judiciais relacionados aos atentados foram cumpridos na cidade.
Início dos ataques
A onda de atentados no Acre teve início em Rio Branco, após Macio Pires Teles do Nascimento, de 18 anos, morrer em uma troca de tiros com a polícia no bairro Vila Acre,  no dia 16 deste mês. Segundo a PM, Nascimento fez uma família refém durante um assalto e, ao tentar fugir, entrou em confronto com a PM e foi baleado.
Em Cruzeiro do Sul, as casas de agentes penitenciários foram alvos dos criminosos. A segunda maior cidade do Acre começou a registrar ocorrências no dia 18 de agosto.
A Polícia Civil informou ao G1 que o homem, ainda não identificado, estava com outros dois comparsas acampados em um matagal no bairro e, ao perceber a chegada dos policiais, os suspeitos atiraram e um deles acabou morrendo.
fonte  g1.globo.com
Publisher: equipe giro feijó - 20:36:00
,

Criança de 4 anos é atirada de ponte a 7 metros de altura nos EUA; vídeo

Uma criança de 4 anos foi arremessada de uma ponte em Devonshire, na cidade americana de Montesano, Washington, na última quarta-feira. Neste fim de semana, o vídeo com a cena viralizou nas redes sociais. Na imagem, repercutida pelo portal inglês “Daily Mirror”, é possível ver a criança caindo.
Na web, o homem que teria originalmente publicado o flagrante escreveu:“Isso é o que acontece quando alguns pais simplesmente não se importam. Eu e meus amigos presenciamos uma mulher deixar um estranho jogar seu filho de 4 anos ponte abaixo para se divertir”.
Kaylub, assim que gravou a cena, chamou a polícia. Tanto a mãe como o homem responsável por jogar a criança estão sendo processados por maus-tratos.
O responsável por filmar, Kaylub Fawley, afirma que a criança foi lançada por um desconhecido, apesar de sua mãe estar presente. Na água, também parece haver outro adulto. O menino não teve ferimentos, mas a polícia está cuidando do caso e observou que os visitantes estavam dentro de uma área de acesso restrito. Veja o vídeo:


fonte   extra.globo.com
Publisher: equipe giro feijó - 17:44:00
,

União do Vegetal realiza 4o Encontro de confraternização de aporte cultura e lazer

O centro espírita União do Vegetal realiza neste final de semana, um encontro envolvendo a irmandade da 7º e 17º região. O encontro tem como finalidade aproximar os irmãos no intuito de se confraternizarem com várias atividades, entre elas, futebol, voleibol, dominó, xadrez e várias outras atividades.
Irmãos de vários municípios que são adeptos do chá da Ayahuasca, participaram do evento, Feijó, Tarauacá, Cruzeiro do Sul e Jordão também participaram do evento. O mestre assistente da 7º região, Antônio Ferreira Gomes, um dos responsáveis pela 

união do vegetal no estado do Acre, disse esta muito satisfeito com o encontro.
“Nossa irmandade se confraterniza e assim podem se conhecer mais, proporcionando um momento de lazer e diversão para todos os sócios desta religião”, comenta Antônio Ferreira.
Um dos membros da religião, o advogado Sanderson Moura, conhecido em todo o estado, também participou do evento neste final de semana como técnico de futebol de um dos núcleos da união, o advogado disse ser um momento de alegria e confraternização e de paz entre as pessoas.

“O esporte traz alegria, entusiasmo e lazer e para mim é um momento de alegria está participando deste encontro”, ressalta Sanderson Moura.
fonte  www.ac24horas.com
Publisher: equipe giro feijó - 12:35:00
,

veja como foi o segundo comício da Frente Popular de Feijó.

Neste sábado aconteceu no Bairro  Zenaide Paiva o segundo comício da Frente Popular de Feijó.
Uma noite marcada pela onda vermelha do 13 

cada  dia que passa a disputa pela prefeitura de Feijó  fica mais intensa e o partido dos trabalhadores começa mostra que tem muita força  reeleger  o atual prefeito de Feijó  

O prefeito  Mêrla Albuquerque vem fazendo  Reunião com   diversos educadores do município , pessoas que abraçam e fortalecem ainda mais a chapa da frente popular de Feijó.
Publisher: equipe giro feijó - 08:19:00
,

Feijó a cidade onde 75% do meio de transporte dos moradores é a bicicleta


A pequena cidade mencionada têm 10 mil bicicletas enquanto a frota que reúne carros, motos, ônibus e caminhões, é de aproximadamente 2000. E não estamos falando de uma cidade europeia mas de Feijó, no estado do Acre, que tem pouco mais de 32 mil habitantes – o que significa três pessoas para cada bicicleta.

Foto: Tamojunto

A bicicleta é o meio de transporte preferido da população local, que conta com um relevo privilegiado para as pedaladas. O município, famoso por produzir o melhor açaí do país, fica a pouco mais de 300 quilômetros da capital, Rio Branco. Aliás a capital acreana é conhecida como a Copenhague brasileira. Rio Branco é a cidade do País que tem a maior proporção de ciclovias em relação à malha viária (7,4%) e ao número de habitantes 6.003Hab/Km. Atualmente conta com cerca de 160 quilômetros de vias cicláveis projetadas e mais de 110 quilômetros de vias (ciclovias e ciclofaixas) já em funcionamento. E o principal uso da bicicleta é como meio de transporte. A partir daí, a população se apropriou da cidade, ocupando os espaços públicos.


Foto: Cidades Sustentáveis

Um exemplo de como a vontade política e os investimentos direcionados podem favorecer o uso da bicicleta na cidade com segurança, a cidade já demonstrava seu interesse em investir no planejamento cicloviário antes mesmo dos congestionamentos começarem a ser intensos. Em 2006 a Prefeitura implantou 60 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas, como teste para criação de vias exclusivas para o uso da bicicleta. Em 2007, articulado aos direcionamentos do Plano Diretor no município, o Plano Diretor de Transporte e Trânsito (PDTT) de Rio Branco buscou requalificar as vias existentes segundo novos critérios de segurança ao ciclista, considerou a implantação de mais 100 novos quilômetros de vias cicláveis e melhorou as calçadas da cidade, além de ampliar a malha viária e padronizar a sinalização no sistema.

Fontes: Cidades Sustentáveis e Mobilize 
Publisher: William Silva - 00:07:00

sábado, 27 de agosto de 2016

,

CURIOSIDADES Imagens mostram vida dentro de bordel em um dos países mais pobres do mundo

Kajol e um cliente. Ela acha que tem 17 anos, mas não sabe ao certo qual é a sua idade. Foi casada durante 9 anos e tem um filho de 6 meses. Sua tia a vendeu ao bordel e ela foi obrigada a retomar a rotina de clientes quando seu bebê tinha apenas duas semanas (Sandra Hoyn).

Bangladesh é um dos países mais pobres do mundo. Sua população, de cerca de 157 milhões de pessoas segundo dados do Banco Mundial, vive em condições muito precárias, e uma parte importante dela (mais de 30%) vive abaixo da linha da pobreza. 
Além disso, os salários são miseráveis e as condições de trabalho são semelhantes à escravidão, com jornadas extremamente longas que superam, com folga, as oito horas diárias.
Um dos aspectos mais surpreendentes sobre o país é que a prostituição é completamente legalizada, mesmo com uma população majoritariamente muçulmana (mais de 90%). A fotógrafa Sandra Hoyn viajou a Bangladesh para documentar esta realidade.
Ela visitou o bordel de Kandapara e fotografou suas residentes. Situado na cidade de Tangail, o local abriga mais de 700 profissionais do sexo. Hoyn teve que ganhar a confiança das prostitutas e, com o tempo, conseguiu fotografá-las em um ambiente mais íntimo.
Ela confessa que uma das experiências mais difíceis foi ver uma menina de 15 anos que não queria fazer sexo com um cliente. Ele havia chegado ao bordel com quatro amigos, e todos queriam ter relações sexuais com a menor.
Papia, de 18 anos, com dois clientes no bordel. Seus pais morreram cedo e ela se casou muito jovem. Passou um tempo na prisão devido ao consumo de heroína, e lá conheceu uma mulher que a levou ao prostíbulo (Sandra Hoyn).Papia, de 18 anos, com dois clientes no bordel. Seus pais morreram cedo e ela se casou muito jovem. Passou um tempo na prisão devido ao consumo de heroína, e lá conheceu uma mulher que a levou ao prostíbulo (Sandra Hoyn).
O projeto se chama “The Longing of Others” (“Os Desejos dos Outros,” em tradução livre). Mais informações podem ser obtidas no site de Sandra Hoyn


Mulheres esperando clientes nas portas do bordel (Sandra Hoyn).

O bordel de Kandapara é o mais antigo e o segundo maior do país. Ele existe há 200 anos e mais de 700 prostitutas vivem no local com seus filhos (Sandra Hoyn).
Assim é a vida dentro de um bordel em um dos países mais pobres do mundo

                                       Preservativos usados no exterior do bordel de Kandapara (Sandra Hoyn).
Dipa, de 26 anos, está chorando. Ela está grávida de dois meses de um cliente do bordel (Sandra Hoyn).
Dipa, de 26 anos, está chorando. Ela está grávida de dois meses de um cliente do bordel (Sandra Hoyn).
Bebês gêmeos de 5 meses descansam na cama. Uma prostituta de 20 anos deu à luz. Eles ainda não têm nome (Sandra Hoyn).Bebês gêmeos de 5 meses descansam na cama. Uma prostituta de 20 anos deu à luz. Eles ainda não têm nome (Sandra Hoyn).
Pakhi, de 15 anos, e Mim de 19. As duas são prostitutas neste bordel (Sandra Hoyn).Pakhi, de 15 anos, e Mim de 19. As duas são prostitutas neste bordel (Sandra Hoyn).
fONTE: https://br.noticias.yahoo.com
Publisher: William Silva - 21:38:00
,

Conselho Tutelar de Feijó/ Ac parabenizar a Igreja Adventista do Sétimo Dia pelo Projeto QUEBRANDO O SILENCIO

Conselho Tutelar de Feijó/Ac que trabalhamos com garantias de direitos humanos, queremos parabenizar todas as instituições parceiras que trabalham com prevenção de violação de Direitos, mas, hoje queremos nos direcionar especificamente a Igreja Adventista do Sétimo Dia pelo lindo Projeto

Quebrando o Silêncio é um projeto educativo e de prevenção contra o abuso e a violência doméstica, promovido anualmente pela Igreja Adventista do Sétimo Dia em oito países da América do Sul, (Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai) desde o ano de 2002.

Neste sábado O Pr. Francimauro Dos Santos Maia Reuniu membros de 7 igrejas existentes em nosso município para distribuir revistas e panfletos levando aos nossos feijoenses assuntos referentes a essas problemáticas.
Publisher: equipe giro feijó - 20:00:00
,

Candidatos do PT escondem estrela e abandonam o vermelho




Opositores dizem que desgaste da sigla tem feito petistas adotarem tática.
Em alguns locais, no entanto, símbolos são mantidos em destaque.

Candidatos a prefeito pelo PT em parte do país têm trocado o tradicional vermelho por outras cores e escondido o principal símbolo do partido: a estrela.

Adversários políticos dos petistas dizem que os candidatos têm adotado essa estratégia para descolar as imagens deles da sigla.

Desgastado em razão do processo de impeachment de Dilma Rousseff e dos escândalos da Operação Lava Jato, o PT terá, nesta eleição, quase metade dos candidatos a prefeito em comparação com 2012: 992.

Candidato do PT em São José dos Campos adota o amarelo e o azul (Foto: Reprodução)

Em São José dos Campos (SP), o prefeito e candidato à reeleição Carlinhos Almeida decidiu trocar o vermelho pelo azul e pelo amarelo (cores características do rival PSDB). Também aboliu a estrela; no lugar, há um coração.

"Fui eleito por uma aliança de diferentes forças e nossa candidatura à reeleição também é fruto da união da várias visões em favor de São José. Assim como na eleição passada, nossas cores representam isso. Eu e o Dr. Macedo Bastos lideramos um grupo de dez partidos unidos sob a bandeira da cidade", afirma o candidato.

Em 2012, campanha de Carlinhos Almeida tinha estrela e número em vermelho em destaque (Foto: Reprodução)

Em Maceió, o candidato Paulão abusa do amarelo e do roxo na página da campanha no Facebook. A estrela não recebe destaque. Só o número 13 é que figura em vermelho. Trata-se de um visual bem diferente da página oficial do candidato, que é deputado federal, onde a estrela do PT ocupa o centro da foto, maior inclusive que a imagem dele.

"Existe uma tendência na suavização das cores no material de campanha. É uma questão gráfica, que vem evoluindo com o passar do tempo. Mas não tem nada a ver com ruptura ou desvinculação com a imagem do partido. O candidato continua firme nos ideais petistas. Ele, inclusive, sempre que pode, faz questão de utilizar as cores do partido durante as convenções ou encontros partidários", afirma a assessoria de Paulão.

Antes e depois: Paulão muda tons e diminui estrela (Foto: Reprodução)

Em Londrina (PR), a campanha do candidato Odarlone Orente também não destaca a estrela. Ela aparece acanhada antes do cargo que ele pretende ocupar, assim como em outras cidades, em que a estrela aparece quase imperceptível no nome dos candidatos.


Candidato do PT em Londrina (Foto: Reprodução)

Procurado, Orente diz que o círculo em volta do número representa a “infinitude, a relação que não se rompe e a aliança que quer ter com a cidade”. “A estrela a gente vai continuar utilizando, ela está no material e continuará sendo utilizada. Até porque o candidato é do PT, não tem como fugir disso. Sou filiado desde 1999."

Sobre as tonalidades usadas ao fundo (laranja e amarelo), diz que representa um novo “amanhecer”, que ele e sua equipe querem para a cidade.

“A campanha buscou fugir do tradicional, é uma campanha jovem, por isso há algumas cores diferentes”, afirma ele, que ressalta, no entanto, que “em nenhum momento foi descaracterizado o partido”. “Não há como dissociar a minha figura do Partido dos Trabalhadores."

Em Brusque, o candidato Gustavo Halfpap também não usa o vermelho nem sequer no número. A estrela também não aparece. “Nós fizemos assim porque são as cores da nossa cidade. Também temos uma coligação com outros partidos, o PV, o PTC. Foi uma decisão de comum acordo e orientada pela nossa equipe de marketing. São as cores da nossa cidade”, diz.

Candidato de Brusque diz que utiliza 'cores da cidade' (Foto: Reprodução)

Em São Paulo, o atual prefeito e candidato à reeleição Fernando Haddad divulgou a foto da campanha com uma estrela tímida dentro do 13 apenas. Mas outros materiais, como adesivos, apareceram depois com a estrela em destaque.

Questionado na quinta (25) se o PT pediu que a estrela fosse ampliada, Haddad afirmou: "Não houve nada disso. A decisão é sempre minha". "Eu que tomo decisão sobre o layout da campanha." Perguntado por que resolveu colocá-la pequena dentro do número, disse: "Tomei [a decisão] porque quis. Achei que ficou bonito assim."


Estrela aparece pequena dentro do 13 de Haddad (Foto: Reprodução)

Contraponto
Essa não tem sido a tônica em todos os estados, no entanto. Em Fortaleza (CE), a candidata Luizianne Lins não só preserva a estrela, como utiliza várias delas. Também faz questão do vermelho-símbolo. Na propaganda gratuita da TV, aparece, inclusive, entrando em um Fusca vermelho com o vice.

Outros candidatos do partido mantêm as cores e o logo (Foto: Reprodução)
Em Boa Vista (RR), o professor Roberto Ramos também não abandonou o vermelho nem a estrela, pelo contrário.

Avaliação do PT
O vice-presidente nacional do PT, José Guimarães, diz que adotar uma tática de esconder os símbolos do partido é “dar um tiro no pé”. “Essa é uma guerra que alguns setores da mídia querem fazer, que há gente escondendo a estrela. Se alguém estiver fazendo isso, é uma burrice, porque o partido, mesmo com todo o massacre em cima, para surpresa de alguns e tristeza dos mais conservadores está na frente em todas as pesquisas. Portanto, é uma burrice usar essa estratégia. O Lula é o maior transferidor de votos no Nordeste e em várias partes do Brasil.”

“Se o Haddad tiver que se eleger prefeito, e eu acho que ele vai crescer e vai conseguir, ele vai se eleger todo mundo sabendo que ele é do PT. Ninguém nega o que é na vida.”

Colaboraram Cau Rodrigues, do G1 AL, Aline Pavaneli, do G1 PR, Filipe Rodrigues, do G1 Vale do Paraíba, Joana Caldas, do G1 SC, William Soares, do G1 SP, G1 CE e G1 RR

Fonte: http://g1.globo.com/
Publisher: William Silva - 18:40:00
, ,

Vênus e Júpiter vão ‘se beijar’ nesta noite de sábado e se despedir por 50 anos

Os planetas Vênus e Júpiter entrarão em conjunção, neste sábado (27). O evento é considerado extremamente e de acordo com a revista Space & Telescope, a próxima vez que teremos um evento como esse, será em aproximadamente 50 anos.
No entanto Vênus e Júpiter não se encontram literalmente: irá parecer que os dois planetas estão formando um só, mas na verdade eles estão separados por bilhões de quilômetros, já que suas órbitas ficam muito longe uma da outra. O próximo encontro dos dois planetas no céu noturno será apenas em 2065.
Os planetas vistos da Terra, passarão tão perto um do outro, que para as pessoas que estarão observando o céu a olho nu, eles irão se fundir em um único ponto no céu noturno. Assim formando uma grande “estrela ou planeta” no céu.
Lembrando novamente que só teremos um evento como esse, nos próximos 50 anos. Então, não perca essa oportunidade única.
fonte  universointeligente.org

Publisher: equipe giro feijó - 18:00:00
,

Após ataques, 12 presos do Acre são transferidos

Após uma semana de ataques no estado, o  Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) fez a transferência de 12 presos, que cumpriam pena no presídio Francisco D'Oliveira Conde, em Rio Branco, nesta sexta-feira (26). Os detentos foram encaminhados para o presídio Federal na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte.
A operação para a transferência iniciou durante a madrugada desta sexta e os presos foram levados em um avião da Polícia Federal, segundo o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias. Outros oito presos, também considerados como lideranças de grupos criminosos no estado do Acre, foram transferidos do Francisco D'Oliveira Conde para o presídio de Segurança Máxima Antônio Amaro.
"Esses presos foram levados em comboio para o aeroporto de Rio Branco, lá foram feitos exames de corpo delito para serem encaminhados para Mossoró. São 12 pessoas de alto poder lesivo, que fazem parte do crime no estado e que têm certa liderança no mundo do crime. Não descarto a hipótese de outras transferências", afirmou o secretário.
Mais de 100 pessoas foram presas em todo o estado do Acre desde o início dos ataques, segundo informações da Segurança.
Quanto aos detentos transferidos para o presídio Federal, Farias afirma que se tratam tanto de pessoas presas durante as operações realizadas nos ataques, como de outros que já estavam no sistema prisional.
O diretor do Iapen, Martin Hessel, afirmou que com as transferências é possível que a situação dentro do presídio seja "tranquilizada". "Existe a questão de presos que têm comando em relação à motins e rebeliões, e nesse sentido, entendemos que essas transferências vão trazer uma certa normalidade de comportamento, tendo em vista que são pessoas que tinham essa liderança", disse.
Início dos ataques
A onda de atentados teve início após Macio Pires Teles do Nascimento, de 18 anos, morrer em uma troca de tiros com a polícia no bairro Vila Acre, na terça (16). Segundo a PM, Nascimento fez uma família refém durante um assalto e, ao tentar fugir, entrou em confronto com a PM e foi baleado.
Uma das nove ocorrências registradadas na primeira noite foi a perda total do arquivo cultural do Parque Capitão Círiaco. A Sesp-AC anunciou uma operação com a convocação de 373 agentes das polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária Federal (PRF), do Exército, do Corpo de Bombeiros e do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTrans), além de representantes do Ministério Público (MP-AC) e do Judiciário.
fonte   g1.globo.com
Publisher: equipe giro feijó - 09:21:00

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

, ,

A mulher que ganha a vida matando traficantes

María é uma matadora de aluguel, mas quer deixar de fazer isso
Quando você conhece alguém que já matou seis pessoas, não imagina que seja uma mulher pequena, bastante nervosa e com um bebê a tiracolo.
"Meu primeiro assassinato foi há dois anos. Estava muito assustada, porque era minha primeira vez", confessa María*, que hoje é uma assassina profissional envolvida na guerra que o governo das Filipinas trava contra as drogas.
A jovem faz parte de uma equipe formada por três mulheres, que são muito valorizadas por conseguirem se aproximar das vítimas sem levantar suspeitas - que seria mais difícil se fossem homens.
Desde que Rodrigo Duterte foi eleito presidente, em junho deste ano, e disse aos cidadãos e à polícia para matarem narcotraficantes, Maria já matou mais cinco pessoas - todas com um tiro na cabeça - desde sua "estreia" na carreira.
Questionada sobre quem lhe deu a ordem para acabar com essas vidas, ela responde: "nosso chefe na polícia 
'Sinto culpa e angústia. Não quero que as famílias dos que mato se vinguem de mim', diz María*
A controversa guerra do Estado filipino contra as drogas é uma oportunidade de trabalho, mas também traz riscos. Na mesma tarde do encontro com a reportagem, ela e seu marido disseram aos seus superiores que a casa onde moram havia sido exposta e que precisavam se mudar o quanto antes.
Ela conta ter começado a matar quando um policial encarregou seu marido de assassinar um narcotraficante endividado. E a atividade acabou se tornando algo rotineiro para ele. Até que a própria Maria foi acionada. "Certa vez, precisaram de uma mulher, e meu marido me escolheu. Quando vi o homem que tinha de matar, me aproximei e atirei", conta.
María e o marido vêm de um bairro pobre de Manila. Não tinham renda fixa, o que mudou quando aceitaram virar matadores de aluguel. Agora, ganham até US$ 430 por assassinato (R$ 1380), uma fortuna nas Filipinas, e dividem o valor entre três ou quatro profissionais do tipo. No entanto, María quer deixar essa vida. Só não sabe como fazer isso.
O crime a desigualdade imperam em alguns bairros das Filipinas
Ela conta ter começado a matar quando um policial encarregou seu marido de assassinar um narcotraficante endividado. E a atividade acabou se tornando algo rotineiro para ele. Até que a própria Maria foi acionada. "Certa vez, precisaram de uma mulher, e meu marido me escolheu. Quando vi o homem que tinha de matar, me aproximei e atirei", conta.
María e o marido vêm de um bairro pobre de Manila. Não tinham renda fixa, o que mudou quando aceitaram virar matadores de aluguel. Agora, ganham até US$ 430 por assassinato (R$ 1380), uma fortuna nas Filipinas, e dividem o valor entre três ou quatro profissionais do tipo. No entanto, María quer deixar essa vida. Só não sabe como fazer isso.
Esse tipo de atividade não é uma novidade nas Filipinas, mas nunca houve tanta demanda por esquadrões da morte quanto agora.
A mensagem passada pelo presidente Duterte é inequívoca. Antes de sua eleição, prometeu acabar com a vida de 100 mil criminosos nos primeiros seis meses no cargo. E fez uma advertência aos narcotraficantes: "Não destruam meu país, porque os matarei".
No fim de semana passado, Duterte repetiu a fala, enquanto defendia os assassinatos extrajudiciais de criminosos: "As vidas desses dez criminosos realmente importam? As vidas de cem idiotas assim significam alguma coisa?".
A guerra contra o narcotráfico é travada quase exclusivamente nas áreas mais pobres do país
O ponto de partida para essa campanha impiedosa foi a proliferação de metanfetaminas, ou shabú , como a droga é conhecida no país. Cada grama custa cerca de 1 mil pesos filipinos (US$ 22).
Barata, fácil de fabricar e muito viciante, ela pode ser fumada, injetada, inalada ou dissolvida em água. Tem efeitos instântaneos e serve como uma via de escape para a sujeira e monotonia dos bairros pobres - e uma forma de suportar trabalhos pesados.
Duterte disse ser uma epidemia que afeta a milhões de cidadãos. Também é um negócio muito lucrativo.
O presidente filipino afirma haver 150 altos funcionários, oficiais e juízes ligados a esse comércio. Cinco chefes de polícia são os comandantes do negócio, garantiu ele.
Os alvos dos esquadrões da morte são, no entanto, aqueles que estão nas classes sociais mais baixas.
Segundo a polícia, mais de 1,9 mil pessoas foram assassinadas em episódios relacionados às drogas desde que Muterte assumiu a Presidência, em 30 de junho. Destes, 756 foram mortos em operações da polícia.
O restante das mortes estão, oficialmente, sendo investigadas. Na prática, a maioria segue sem explicação.
É uma guerra travada quase exclusivamente nas áreas mais pobres do país, onde corpos ensanguentados são descobertos a cada noite, com frequência juntos a cartazes advertindo as pessoas para não se envolverem com drogas.
Também é uma guerra popular. No bairro de Tondo, uma zona de favela próxima ao porto de Manila, a maioria dos moradores aplaude a dura campanha do presidente.
Culpam o shabú pelo aumento da criminalidade e por destruir vidas, ainda que alguns se preocupem que a iniciativa esteja levando inocentes à prisão e à morte.
Um dos procurados pelos esquadrões da morte é Roger*. Ele conta ter se viciado em shabú quando era jovem, quando trabalhava como operário.
Como muitos outros, começou a traficar para manter o vício. Via também como um trabalho mais fácil do que dar expediente em canteiros de obras.
Diz ter trabalhado com muitos policiais corruptos, pegando droga confiscada em operações para vender.
Agora, está em fuga, mudando-se de um lugar para outro de tempos em tempos para evitar ser morto. "Não consigo me livrar do medo que carrego no peito todo dia, toda hora. É aterrador e exaustivo ter de me esconder sempre", diz ele.
"O mais difícil é não saber em que confiar. Nunca sei se a pessoa que está na minha frente é um informante ou meu assassino. É difícil dormir à noite. Acordo com cada ruído. Não sei aonde ir a cada dia, em busca de um lugar para me esconder."
Roger* é traficante e viciado em 'shabú'
Roger sente-se culpado: "Cometi pecados. Fiz coisas coisas terríveis. Prejudiquei muita gente, porque ficaram viciados, porque sou um dos muitos que vendem a droga".
Ele diz que nem todos que consomem o shabú são criminosos. "Também sou viciado, mas não mato, não roubo".
Ele mandou seus filhos para viver com a família da mulher no interior do país e, assim, mantê-los longe da epidemia de drogas. Calcula que cerca de um terço de seus vizinhos estejam viciados.
E Roger ficou como medo quando Duterte afirmou que mataria traficantes e jogaria seus corpos na baía de Manila?
"Sim, mas pensei que (o presidente) perseguiria as grandes facções que fabricam as drogas, não pequenos traficantes como eu. Gostaria de voltar no tempo, mas é muito tarde. Não posso me entregar, porque a policia provavelmente me mataria."
María também se arrepende de suas escolhas. "Sinto culpa e angústia. Não quero que as famílias de quem matei se vinguem de mim."
Ainda se preocupa com o que seus filhos pensarão, já que os mais velhos começam a perguntar como ela e seu marido ganham tanto dinheiro.
María costuma pensar que o próximo trabalho será o último, mas seu chefe já ameaçou matar quem deixar a equipe. Ela sente presa. Pede perdão ao padre quando se confessa na igreja, mas não se atreve a contar a ele o que faz.
Mas ela e seus companheiros acreditam que a campanha do presidente é justificada? "Só falamos da missão, como executá-la. E, quando termina, nunca mais tocamos no assunto."
No entanto, ela retorce suas mãos enquanto diz isso e fecha os olhos com força, perseguida por pensamentos que não quer compartilhar.
*Os nomes dos entrevistados foram alterados para preservar sua identidade
.
fonte   noticias.terra.com

Publisher: equipe giro feijó - 23:06:00
,

No Acre, fumaça mata capivaras asfixiadas; desesperados, animais fogem para a cidade

As queimadas criminosas que vêm acontecendo em todo o Acre estão matando centenas de animais e lotando os hospitais do Estado com pessoas reclamando de graves problemas respiratórios.
As imagens do internauta Cássio Almeida publicadas na página do Facebook do jornalista Altino Machado, mostram seis capivaras mortas intoxicadas pela fumaça em Rio Branco, uma cena triste para um Estado que está localizado na Amazônia, considerada o “pulmão do mundo”.
unnamed (3)
“A imagem de árvores sendo queimadas não comove tanto quanto a imagem de animais sendo mortos pelo fogo. É como se os animais e as árvores não fizessem parte do mesmo reino. Que sociedade maluca. Que tempos críticos”, comentou Altino.

As autoridades do Acre não tomaram nenhuma medida drástica até o momento para combater esta dura e triste realidade. Muito pelo contrário. Ao invés de ir para cima dos criminosos, o governo do Acre insiste em culpar a Bolívia e o Estado do Mato Grosso

Contudo, basta viajar de Rio Branco para Cruzeiro do Sul, ou mesmo para o Alto Acre, para avistar centenas de queimadas. E enquanto setores da imprensa, da Justiça e o governo do Acre fecham os olhos e tapam o nariz para o absurdo que está acontecendo, milhares de pessoas, entre elas crianças e idosos padecem nas imensas filas dos hospitais e postos de saúde.
fonte   contilnetnoticias.com
Publisher: equipe giro feijó - 15:10:00

postagem mais acessada do giro feijó

 

 

FESTAS E EVENTOS

Em Breve Tudo que Rola nas Baladas